Você já teve problema com um lâmpada que não acende e fica piscando o tempo inteiro?

Vamos te ajudar a encontrar a causa deste problema.

Podem existir diversas causas para este problema, vamos listas os principais motivos abaixo.

Primeiramente identifique o tipo de lâmpada que está sendo utilizada, seja a incandescente (que não é mais comercializada), a compacta fria, fluorescente, halógena ou led. A próxima etapa é testes, afim de identificar a possível causa do problema.

Atenção: Lembre-se que antes de manusear qualquer circuito elétrico o disjuntor deverá ser desligado para evitar qualquer acidente. É extremamente indicado consultar um eletricista profissional qualificado caso o problema ainda persista.

Possíveis causas para o problema:

Bocal de lâmpada oxidado

Mais conhecido por Bocal, o receptáculo da lâmpada pode estar oxidado, já que o material de fabricação é o ferro recoberto com cádmio (localizado na parte roscável onde a lâmpada é atarraxada).

Caso seja este o problema, substitua o bocal por um fabricado em latão, que possui um custo mais elevado porém de melhor qualidade.

Interruptor com mal contato

O problema pode ser causado pelo mau contato nos bornes do interruptor, neste caso um dos parafusos de fixação pode estar frouxo, fazendo com que a lâmpada fique piscando ao invés de permanecer acessa.

Sendo assim, a solução para este problema é reapertar os parafusos. Em alguns casos, o contato interno do interruptor pode estar desgastado, fazendo com que a substituição completa seja necessária.

Emenda mal realizada

Se existir alguma emenda nas caixas de derivação, estas podem ter sidos mal ajustadas. É difícil ver se existe uma emenda mal feita quando a mesma está recoberta por fita isolante, sendo assim é necessário remova-la para que a verificação correta seja feita.

Neste caso, a emenda deve ser refeita e precisa estar bem apertada, devidamente isolada com uma fita isolante de boa qualidade.

Vazamento de corrente

Um dos fios que alimenta a lâmpada pode estar sofrendo um vazamento de corrente, se estiver descascado no momento em que fez o percurso dentro do conduite.

Para verificar este problema é necessário realizar testes com equipamentos de medição específicos, como por exemplo utilizando multímetros, voltímetros ou um alicate amperímetro.

A tensão deverá ser medida nos dois parafusos ligados ao receptáculo com o interruptor acionado e a rede elétrica energizada.

Para solucionar este problema você deve possuir conhecimentos elétricos de um profissional eletricista ou eletrotécnico, se você não possuir tais habilidades será necessário contratar um profissional.

Lâmpada com defeito

A última análise a ser realizada é na própria lâmpada, que pode estar com algum defeito interno, principalmente se tratando de uma lâmpada fluorescente com rosca.

Realize testes com uma outra lâmpada em perfeito estado e observe se ela funciona normalmente. É recomendável retirar uma lâmpada que esteja funcionando em outro local e testa-la no receptáculo que apresenta problema.

Se for lâmpada fluorescente tubular com reator convencional antigo e START, experimente substituir o start ou a lâmpada (se a mesma estiver com seus extremos escuros demais).

Conclusão

Caso o problema persista contate um profissional capacitado para solucionar o problema.

As dicas foram úteis? Comente abaixo se você já teve algum problema parecido ou se tem alguma nova sugestão para identificar a causa e resolver o problema.

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.